Janeiro Branco

O movimento do Janeiro Branco iniciou-se em 2014, em Uberlândia (MG) e trata-se da reunião de psicólogos em torno da luta por mais Saúde Mental na vida das pessoas e de toda humanidade.

No site Campanha Janeiro Branco, podemos encontrar diversas informações sobre todo este processo, mas iremos tentar resumir um pouco sobre o tema.

A Saúde Mental engloba tanto a ausência de transtornos mentais (exemplo depressão, ansiedade generalizada, esquizofrenia, bipolaridade) como também a capacidade de reagir de forma equilibrada e adequada às circunstâncias imposta na vida.

A campanha foi inspirada pelo Outubro Rosa e assim definiram como seu objetivo “chamar a atenção de todas as pessoas do mundo para as questões relacionadas à Saúde Mental e à verdadeira felicidade dos seres humanos.”

E o que motivou o início deste projeto foram os alertas da Organização Mundial de Saúde (OMS) com relação ao aumento da taxa de suicídios, depressão e ansiedade em todo mundo.

Devido aos processos de catarse que todo ser humano passa nos finais de ano se propondo a resgatar sonhos, implantar novos projetos e realizá-los, acredita-se que o mês de janeiro é um mês terapêutico e por este motivo foi escolhido para o mês da campanha “que busca mostrar às pessoas que elas podem se comprometer com a construção de uma vida mais feliz para si mesmas.”

Já a cor branca foi escolhida por ser a cor “a partir da qual toda outra cor pode aparecer, se destacar, existir e acontecer como um projeto, como uma possibilidade – assim como a partir de uma folha em branco qualquer história pode ser escrita ou reescrita. A cor branca nos possibilita qualquer ideia, qualquer criação, qualquer ousadia, qualquer realização. O Branco possibilita inícios e (re)inícios, partidas e convites à criatividade.”

A campanha conta com o apoio de profissionais da Psicologia como também por psiquiatras, médicos em geral, advogados, juízes, promotores, engenheiros, arquitetos, enfermeiros, empresários e estudantes de diversas áreas.

Em outubro de 2016, alcançou um marco importante que foi a lei implantada na cidade de Campinas (SP) em apoio a campanha para  benefício de ações educativas em nome da Saúde Mental na cidade.

O Site PsicoAtualizando apoia esta Campanha e deseja que mais cidades acompanhem a Câmara de Vereadores de Campinas.